Tomografia Computadorizada (TC)

Tomografia Computadorizada (TC)

A Tomografia, derivada da palavra grega “Tomos”, que significa corte, “Grafos”, que significa desenhar uma imagem ou gráfico, tem o objetivo de criar uma representação anatômica interpretada por computadores que realizam cálculos a partir de informações coletadas durante a emissão e rotação dos raios X.

O paciente é posicionado na mesa do tomógrafo de maneira confortável para que a mesma possa se movimentar ao longo do exame que poderá ou não ser feito com o uso de meio de contraste iodado dependendo da região a ser avaliada.

Ao iniciar o exame não invasivo, um tubo existente dentro do equipamento emitirá um feixe de raio X que atravessará o corpo humano e será captado por detectores de fótons no lado oposto ao tubo.

As imagens captadas dos órgãos serão interpretadas em uma escala cinza que vai de preto ao branco dependendo do coeficiente de atenuação. Assim, o ar contido nas vias respiratórias tem valores mais negativos e os ossos valores mais positivos. Isto significa que áreas mais escuras nas imagens indicam menor densidade e as mais claras indicam maior densidade.

Isto possibilita ao médico diferenciar e interpretar estruturas anormais e melhor direcionar o tratamento necessário ao paciente.